sexta-feira, 20 de março de 2015

JUSTIÇA BRASILEIRA TEM 63% DOS PROCESSOS PARADOS


Apesar das políticas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para informatizar os tribunais e assim agilizar os processos, a taxa de congestionamento nas Justiças Federal, Estadual e do Trabalho continuam elevadas.


Em 2013, 63,4% dos processos estavam congestionados nessas três esferas – aumento de 1,4% em relação ao ano de 2012 – é o que revela a quarta edição do Índice de Desempenho da Justiça (IdJus) divulgados ontem. Para zerar esse estoque o Judiciário precisaria de dois anos. O percentual vai de encontro com o resultado obtido pela área de tecnologia, que apresenta o melhor desempenho com índice de 73,4 (no máximo de 100), o que demonstra que houve esforços para informatizar os tribunais.