segunda-feira, 16 de setembro de 2013

POLICIAIS CIVIS EM GREVE PEDEM CONTRAPOPOSTA DO GOVERNO E AMEAÇAM SUSPENDER ATENDIMENTOS

Policiais civis vão hoje (16) ao Centro Administrativo para cobrar contraproposta do governo a respeito da flexibilização das reivindicações apresentadas em pauta pelo movimento grevista. De acordo com o Sindicato da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Sinpol/RN), a categoria fará um acampamento em frente à Governadoria, programado para começar às 8h desta segunda-feira. Caso o governo estadual não demonstre um posicionamento sobre as reivindicações, a categoria ameaça suspender, a partir de hoje, toda forma de atendimento à população.

O Batalhão da Polícia de Choque está no Centro Administrativo e a entrada próximo à avenida Prudente de Morais, por trás da Arena das Dunas, está fechada para veículos. Apenas pedestres podem passar no local.

A Polícia Civil está em greve desde o dia 6 de agosto e os servidores do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) desde o dia 12 do mesmo mês. Desde então, são realizados apenas a lavratura de flagrante delito nas delegacias de plantão das zonas Norte e Sul, e o recolhimento de cadáveres vítimas de acidentes de trânsito ou de violência criminal.

A categoria está em greve há 41 dias, o segundo maior período de greve depois dos 56 dias de paralisação no primeiro semestre de 2011.

Na noite da sexta-feira passada (13), plantonistas do Itep fizeram uma “operação tartaruga” em protesto contra a decisão do governo de não atender uma representação do Sinpol, recolhendo apenas dois corpos de vítimas de atropelamento no começo da madrugada do sábado (14). O atendimento do Itep e das delegacias de plantão foi suspenso durante seis horas, entre as 18h desse dia e a 0h do sábado (14).
Fonte:Tribuna do Norte